sábado, 20 de junho de 2009

Diploma, who?

por Tahiane

Imagine só: fim de semestre, ficando quase louca com os milhares de trabalhos da universidade, sem tempo nem pra ler as notícias na internet, chego em casa e minha prima diz "Parabéns, rasgaram o seu diploma". Ok, calma. "Todo mundo já tá sabendo menos você, que vive no mundo da lua". Daí eu penso "Puta-que-pariu, realmente aconteceu"! Uma hora eu iria ter que pensar sobre esse assunto...

Eu, como universitária, deveria me sentir injustiçada. Eu ficarei anos na universidade estudando para ter um diploma que não vale mais nada? É. É realmente revoltante e blá bláblá. Mas foda-se cara, eu vejo milhares de filhos-da-p[a]uta saindo das universidades todo ano! Muitos só querem ganhar dinheiro, vender, vender, mentir, "manipular", muitos não tem comprometimento social. Existem muitos grandes jornalistas sem diploma, pessoas que realmente honram a profissão.

Esse diploma nunca foi obrigatório, não vai mudar muita coisa... Aliás, o diploma elitizou o jornalismo, fez com que as redações ficassem abarrotadas com a classe média, tornou os editoriais de moda mais importantes do que os anseios da população, mecanizou a escrita e tornou a nós jornalistas(agora já posso me chamar assim, mesmo sem um diploma né?) reféns das regras.

O texto ficou mecanizado e desumano, a idéia de imparcialidade, que, ao meu ver, é inatingível, faz com que nós jornalistas sejamos apenas meios difusores e não seres humanos. Devemos ser meros robôs?A grande mídia é de fato mídia, meio e alguns são apenas isso. Na minha opinião, o jornalismo pode sim ser exercido por qualquer pessoa que tenha comprometimento social. Quanto a questão mercadológica, se você é bom você se destaca. É assim que eu penso.

Acho que vou mudar pra Ciencias Sociais e continuar pagando algumas disciplinas de comunicação... mas não sei ainda...preciso maturar essa idéia...

5 comentários:

Anônimo disse...

realmente deixaram a classe jornalística à margem de outras profsissões. muita gente ficou incomodada mesmo, pq é foda vc sentir-se um profissional desvalorizado. há algum tempo atrás com os professores era assim, e depois todos tiveram que se formar, mesmo que através de cursos convênios e ainda hoje há uma demanda enorme de professores que ensinavam há 10 ou mais anos sem diploma, mas que eram excelentes profissionais. eu pessoalmente acho que o justo seria que os profissionais tivessem o conhecimento técnico, teórico e prático associados. pq se vc gosta mesmo do faz, vc deve procurar sua formação e melhorar a cada dia e ainda dar uma continuidade a isso... nãos ei se esse meu pensamento reflete alguma influência da universidade, mas eu acho que deveria ser exigido mesmo o diploma. não pela estima dos jornalistas por formação, mas pelo próprio trabalho cotidiano, pelo conhecimento, pela qualidade. o brasil tá precisandod e profissionais que além de amarem o que fazem mostrem que sabem o que fazem.



andréia



p.s. faça ciências sociais. só pra ver qual é...

Anônimo disse...

outra coisa... quantos mais robsons pires teremos que suportar com esse "jornalismo" classe z que nos causa indigestão na hora do almoço, que fala de todos os temas, falando nada sobre tudo que não sabe,que entra na vida de milhares de cidadãos e muda suas vidas negativamente a troco de favores políticos, usando o termo jornalismo pra meter o dedo na consciência e no cu da população menos favorecida. tá erradoo!!! vejo que o mundo caminha pra burrificação.


¬¬

me revoltei agora.


andréia

Icaro disse...

quando eu li da notícia, pensei logo "pronto, robson pires agora pode se sentir alguém."

WART disse...

Nós do blog agora também somos!

Mas eu não quero ser... serei forçado?

Alecrim disse...

É como eu já disse em outros cantos... Se fosse só o fim de um papel idiota, vugo diploma, eu até que seria a favor... Meu medo e até revolta, é a entrada em massa de idiotas que só sabem produzir merda e não entendem nada de tv nas difusoras brasileiras... Tudo bem que isso sempre existiu, mas de forma velada, agora vai virar um cabaré de vez... É a otica capitalista do produzir mais com menos grana... Ahhh menos grana, esse é o segundo problema... Os jornalistas não terão mais como cobrar bons salarios pois se torna uma profissão banal...Ahhhh eu não toquei no assunto sindjorn, que nunca fez nada pelos jornalistas e agora vem querer tomar os brios pq vai perder grana com a saida de filiados...

layout por WART :]