quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Ninguém Deve Morrer

por Popeye

Peter Baiestorf é um Videomaker precursor das produções independentes em video aqui no Brasil. Expoente do gore nacional com influências diretas de diretores como John Waters, George Kuchar e José Mojica Marins (Zé do Caixão). Na década de 90 do século passado, com colaboração de Coffin Souza e do Grupo Canibal, criou a estética do Kanibaru Sinema (filmes filmados em qualquer formato com orçamento Zero). E hoje ele é o dono da Canibal Flmes.

Em suas palavras, o cara se define como: ateu, anarquista, surrealista experimental e videomaker. Zineiro e escritor nas horas vagas. Um realizador inquieto que acha necessário que as artes, no Brasil e mundo, contenham um fundo social-político para despertar as massas de seu estado vegetativo. Um cara que luta pela morte da Burguesia e de suas instituições religiosas, políticas e militares. Meus filmes são o meio que encontrei para divulgar minhas idéias e criticar as leis criadas pela burguesia para oprimir o povo!!!

Sua última produção se chama “Ninguém Deve Morrer”, um curta de 30 minutos lançado em 2009, e como hoje é o último dia do ano, achei legal disponibilizar, pra galera que curte o cinema Gore independente, o filme do cara. Ele próprio disponibilizou o curta no Youtube pra o pessoal sacar... e como este blog sempre teve a proposta de divulgar a cultura underground, segue ai o trabalho do cara!
O filme está dividido em 03 partes seguidas, é só seguir a sequência e curtir!

Bom proveito!!



2 comentários:

Mariana disse...

pqp que é isso popy? hiuahiauhauihaui

no começo lembrei do mojica, depois ficou tao lucy inthe sky with diamonds que eu lembrei de raul narrando aquelas coisas heréticas com tom de messias :x

mas a parte do cara "pentchando" a espingarda foi pácabá, e a mina com a garrafa quebrada na mão entao, nem comento ¬¬

vamos pra terceira parte... boa sorte pra mim

Rodrigo disse...

Porra ninguém, vc tá atrasado pra chupar o pau do boi! kkkkkkkkkk

layout por WART :]